Em janeiro, ticket médio dos brasileiros com compras online aumentou 3%

Apenas no primeiro semestre de 2018, as lojas virtuais faturaram R$23,6 bilhões e geraram altas expectativas para o mercado brasileiro. No ano que passou, a parcela de consumidores que compraram online regularmente – pelo menos uma vez por mês – chegou a 65%, de acordo com dados da pesquisa da PwC (PricewaterhouseCoopers).

Estes números cresceram em relação aos anos anteriores e os brasileiros estão gastando mais em compras online, segundo levantamento realizado pela Rakuten Digital Commerce. Só nos primeiros dias de janeiro, o ticket médio subiu 3%, quando comparado com o mesmo período de 2018, e atingiu o valor de R$429.

Já o relatório da startup de tecnologia Social Miner, juntamente com Vindi, Neoassist e Anymarket, revelou que os setores de Beleza e Saúde, Moda e Informática foram os que mais se beneficiaram em 2018, com representatividade de vendas de 35,78%, 17,89% e 14,35%, respectivamente.

A maior variação do ticket médio foi registrada no segmento de joias e presentes, com um aumento de 30%. Em segundo lugar está o setor de brinquedos e bebê (27%), seguido por moda e acessórios (20%).

O setor dos eletrodomésticos é o que apresentou o maior valor gasto pelos consumidores, de R$ 1.101, seguido de materiais de construção com um ticket médio de R$ 861. Já as compras de artigos de papelaria e material escolar registraram um valor médio de R$ 786. “O segmento de papelaria e material escolar teve uma alta de 11% no ticket médio durante o período analisado. Mas isso já era esperado, uma vez que estamos na época de preparação para o volta às aulas”, explica René Abe, CEO e Presidente da Rakuten Brasil.

Outro dado que o estudo revela e merece destaque é que o segundo semestre de 2018 concentrou 60,45% do volume de vendas gerado no ano. Isso se deve, especialmente, a boa performance da Black Friday, que registrou um pico de acessos 6,5 vezes maior que o registrado na segunda data comercial com maior representatividade de tráfego: Dia do Consumidor (15 de março).


Confira as categorias que tiveram as maiores altas em janeiro de 2019:

1 – Joias e Presentes

Ticket médio: R$ 278

Variação: 30%

2 – Brinquedos e bebês

Ticket médio: R$ 337

Variação: 27%

3 – Moda e acessórios

Ticket médio: R$ 314

Variação: 20%

4 – Alimentos e bebidas

Ticket médio: R$ 394

Variação: 15%

5 – Papelaria e material escolar

Ticket médio: R$ 786

Variação: 11%.


Todos esses dados confirmam as expectativas de crescimento das vendas online em 2019 e explicitam ainda mais a importância de uma marca possuir um e-commerce eficiente para os clientes.

É necessário investir em lojas virtuais de qualidade, bem construídas e que ofereçam suporte adequado aos consumidores. Existem várias ferramentas disponíveis hoje que tornam as lojas online mais atrativas e eficientes, e consequentemente inspirem o cliente a comprar.

E além do e-commerce, é indispensável que uma marca ou negócio esteja presente nas redes sociais e transmita uma imagem interessante para possíveis consumidores. O sucesso de um negócio está atrelado a todos esses pontos - e quando bem gerenciados, podem levar uma marca a atingir resultados excelentes.




Fontes:

https://www.ecommercebrasil.com.br/noticias/ticket-medio-sobe-em-janeiro/

https://www.ecommercebrasil.com.br/noticias/social-miner-revela-o-comportamento-do-consumidor-online-em-2018/

https://www.netface.com.br/blog/36/comercio-eletronico-deve-crescer-em-16-no-brasil-em-2019

https://www.netface.com.br/blog/1/compra-regular-na-internet-e-feita-por-quase-7-a-cada-10-brasileiros-diz-pwc


Atendimento via WhatsApp