Comércio eletrônico deve crescer 16% no Brasil em 2019

O volume de vendas do comércio eletrônico deve chegar a R$ 79,9 bilhões em 2019, segundo estimativa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, a ABComm. Isso significa que, caso a previsão de fato se concretize, haverá um crescimento de 16% em comparação com o resultado atingido no ano passado em lojas virtuais de todo país, sendo ainda o maior avanço atual registrado desde 2015.


A ABComm conta ainda que o comércio eletrônico deve registrar um tíquete médio (compra média por pessoa) de R$ 301 com um total de 265 milhões de pedidos até o fim de dezembro, totalizando 87 mil lojas virtuais. Micro e pequenas empresas também devem aumentar a sua participação no faturamento, chegando a 29%.


De acordo com a associação, a participação dos marketplaces no faturamento do setor também pode apresentar crescimento, passando dos 31% obtidos em 2018 para 35% até o fim de 2019.


Lojas virtuais devem continuar focando na experiência do consumidor em dispositivos móveis, com a expectativa de que 33% das vendas sejam feitas em smartphones ou tablets. No entanto, a participação móvel deve continuar equilibrada.


O presidente da ABComm, Mauricio Salvador, acredita que fatores como o otimismo dos empresários e o crescimento da confiança do consumidor podem contribuir para a projeção de crescimento. "Percebemos uma retomada expressiva das vendas online já no último trimestre do ano passado, especialmente durante a Black Friday e nas vendas de Natal", finaliza o executivo.


Fonte: https://canaltech.com.br/e-commerce/comercio-eletronico-deve-crescer-em-16-no-brasil-em-2019-131427/

Atendimento via WhatsApp