Logística: o desafio que as Lojas Virtuais precisam enfrentar

Logística: o desafio que as Lojas Virtuais precisam enfrentar

Site - Loja Virtual - E-Commerce - Comércio Eletrônico - Logística

O nosso conteúdo de hoje fala sobre um dos maiores desafios que as Lojas Virtuais estão enfrentando neste momento: a logística ou como fazer a melhor e mais rápida entrega dos produtos vendidos.

Este é considerado o velho Calcanhar de Aquiles de todo E-Commerce, e onde se deve dedicar tempo e estratégias certas para transformar a entrega em solução e não causar mais problemas para a sua Loja.

Já trouxemos aqui, em um de nossos conteúdos, os Diferentes tipo de fretes que você pode utilizar e também já explicamos como resolver a questão de Quando o frete é mais caro que o produto. Mas a entrega ainda continua sendo um desafio a ser enfrentando para todo lojista.

Pensando em logística como operação estratégica para o seu negócio, ela deve ser pensada e organizada de forma a oferecer a melhor opção para os clientes e, ao mesmo tempo, que esteja alinhada aos menores custos de entrega para a empresa.

Sabemos que 60% da desistência de compras online é causada pelos fretes mais caros que os produtos, e que 70% dos consumidores acrescentam mais produtos no carrinho para ganhar frete grátis, tudo isso porque o valor do frete ainda é um problema.

O transporte, principalmente o terrestre, ainda é lento, caro e de difícil acesso, sem contar que a maioria das Lojas Virtuais menores estão em pequenas cidades, longe dos grandes centros e que, os grandes E-Commerces, nem sempre possuem centro de distribuição em vários lugares que facilita a entrega.

Claro que esta realidade dos grandes E-Commerces têm melhorado muito, principalmente agora com a pandemia, onde a maioria deles abriram diversos centros de distribuição em pontos estratégicos do país, sem falar que muitos, possuem até frota própria de distribuição, o que agilizou a entrega dos produtos.

Mas o gargalo ainda está para as Lojas Virtuais de menor porte, que não possuem centro de distribuição e, que na maioria das vezes, não conseguem competir com os valores dos fretes cobrados pelos grandes E-Commerces, mesmo porque, ficam dependentes de transportadoras que atendem determinadas regiões, e tudo isso vai gerando custos e incômodos prejudicando a entrega.

Mas para ajudar nisso, muitas opções estão surgindo no mercado, uma delas é a Frenet, que é uma plataforma de fretes que reúne várias transportadoras, de todos os lugares, e que conseguem garantir, por um valor bem adequado, o transporte de mercadorias de forma mais rápida e ágil. Para isso, a Loja Virtual deve contratar os serviços da Frenet, que podem ser pagos ou não, dependendo do plano escolhido.

Outra opção é a Azul Cargo, que aumentou a sua frota de aviões menores, que tem o deslocamento mais rápido e na maioria dos aeroportos, mesmo os de menor tamanho, e que promete entrega em 1 dia em todo o Brasil e em determinadas cidades.

O transporte por moto para entrega no mesmo município da compra ou em cidades ao redor também é uma opção. Por ser um transporte rápido, a moto tem sido muito utilizada nas vendas das Lojas Virtuais regionalizadas, o que garante rapidez na entrega e com custo baixo.

Enfim, a logística é um desafio que os E-Commerces precisam enfrentar para aumentar a sua competição no mercado, já que o frete está sendo cada vez mais determinante para que o consumidor efetue a compra ou não.

Por isso, ele deve ser, sim, uma estratégia de negócio para as suas vendas online.

A partir disso, sugerimos que você, caro lojista, analise como está oferecendo o frete para os seus clientes, e encontre as melhores estratégias para transformar ele em aliado nas suas vendas.

E agora queremos saber se este conteúdo ajudou você.

Deixe o seu comentário AQUI.

Continue conosco.

Um grande abraço e até mais. 

Atendimento via WhatsApp
Este site pode utilizar cookies para segurança e para lhe assegurar uma experiência otimizada. Você concorda com a utilização de cookies ao navegar neste ambiente? Conheça a nossa Política de Privacidade.