Como abrir uma Loja Virtual sem ter os produtos?

Como abrir uma Loja Virtual sem ter os produtos?

Vendas Online - Venda na Internet - E-Commerce - Loja Virtual

Com o avanço da tecnologia e o acesso à internet disponível a todos, o que todo empreendedor sonha é vender online e aumentar o seu número de clientes e o faturamento em vendas.

Para quem já tem uma loja física e já está acostumado a lidar com estoque, produtos, clientes e entrega, migrar para o comércio virtual não é tão difícil, basta apenas organização, planejamento e utilizar as estratégias corretas.

Mas o que muitas pessoas nos perguntam, é como montar uma Loja Virtual sem ter produtos, pois sabemos que a compra de estoque exige alto investimento, e é o que falta para muitos empreendedores.

Em primeiro lugar, o empreendedor deve se organizar para montar o seu E-Commerce e as etapas para fazer isso você encontra no nosso artigo "Como criar uma plataforma de vendas online?".

Mas quando chega a parte dos produtos e estoque, uma das alternativas muito usadas atualmente é o Dropshipping, onde o lojista trabalha com o estoque do fornecedor.

A venda com Dropshipping funciona assim: 

1 - O cliente compra o produto na sua Loja Virtual a preço de varejo;

2 - Você compra o produto do seu fornecedor a preço de atacado;

3 - O fornecedor envia o produto direto para o cliente.

Para que este ciclo funcione perfeitamente, é muito importante que você escolha bons fornecedores dos seus produtos. Pode ser tanto fabricante, como atacadistas ou distribuidores. Mas o fato é que estes devem ter excelente reputação no mercado, capacidade para responder às demandas do revendedor lojista e se comprometer com o prazo e entrega do produto. Por isso a importância de se escolher bons fornecedores, que sejam confiáveis e verdadeiros parceiros de negócios.

Já no lado do revendedor lojista, fica a responsabilidade de atingir o consumidor final, cuidando do processo de venda e desenvolvendo estratégias de marketing, controle de meios de pagamento e atendimento ao cliente. Aqui vale destacar que o lojista terá que ter um sistema sincronizado com o estoque do fornecedor para monitorar o controle de informações, a quantidade de produtos, os níveis de estoque e dos serviços prestados pelos fornecedores parceiros.

As vantagens do modelo Dropshipping de venda são muitas:

1 - A primeira, é que o varejista não terá custo de estoque, que é a maior preocupação de todo lojista e que o impede, na maioria das vezes, de montar o seu E-Commerce. E como este custo não vai existir, nem no início nem em todo o processo, sobrará tempo e dinheiro para o core business, que é o foco do negócio virtual. Imagina você, dono de uma Loja Virtual, tem que organizar a compra de produtos, controle de estoque, gestão de pessoal, estratégia de marketing, se preocupar com os meios de pagamento, logística e aí vai. Sem a preocupação do estoque, sobrará tempo e dinheiro para focar no que importa realmente, que é a venda online.

2 - A segunda vantagem é que melhora o fluxo de caixa da sua empresa, pois o custo para manter um estoque é bem maior do que somente pagar o fornecedor pelo produto vendido. Com isso, diminui algumas despesas melhorando o fluxo de caixa da sua loja.

3 - A terceira vantagem é que você pode trabalhar com vários fornecedores aumentando a variedade de seus produtos, aumentando o seu portfólio e garantindo atingir mais públicos.

4 - Outra vantagem é que no Dropshipping o custo de armazenagem, manuseio, embalagem e envio é todo do fornecedor, e isso pode diminuir o preço que você cobra do consumidor final - aumentando a sua competitividade junto aos concorrentes, ou aumentar a sua margem de lucro de todo o processo. 

Além das vantagens, todo o negócio também possui riscos. No Dropshipping o maior risco é ter fornecedores que não são comprometidos com o seu negócio. E isso acarreta em algum produto que não está no estoque ou em falhas e demoras na entrega, o que pode gerar cancelamento da venda ou reclamação por parte do consumidor.

Mas sem riscos, não há vitórias!

Então se você for colocar na balança - as vantagens e os riscos - o Dropshipping é uma excelente alternativa para montar um E-Commerce sem investir em estoque.

Por parte da legislação, a sua Loja Virtual deve ter um Contrato Social que indique, de maneira clara, a atividade de intermediação de negócios, onde o CNAE que melhor se enquadra é o 7490-1/04 - Atividades de intermediação e agenciamento de serviços e negócios em geral, exceto imobiliários.

E para finalizar, vale escolher que mercado ou segmento de negócio você quer atingir. Se quer ser visto como um E-Commerce de grande ou pequeno porte, ou ainda, se quer se tornar referência num tipo de produto ou nicho de mercado. Aqui vai da sua estratégia de negócio e condições para praticá-lo.

E então, gostou do conteúdo de hoje?

Tem mais alguma dúvida sobre E-Commerce que você queira saber?

Deixe aqui o seu recado e siga-nos em nossas redes sociais.

Um grande abraço e até o nosso próximo conteúdo.

Atendimento via WhatsApp
Este site pode utilizar cookies para segurança e para lhe assegurar uma experiência otimizada. Você concorda com a utilização de cookies ao navegar neste ambiente? Conheça a nossa Política de Privacidade.