Como se livrar dos golpes de Chargeback no E-Commerce

Como se livrar dos golpes de Chargeback no E-Commerce

Cartão de Crédito - Loja Virtual - Vendas Online - E-Commerce

Nos últimos artigos conversamos sobre várias coisas que envolvem a gestão de risco de um E-Commerce e também trouxemos 5 dicas de como proteger a sua Loja Virtual das tão temíveis fraudes e golpes da internet.

Mas hoje resolvemos falar um pouco mais sobre como funciona o processo de Chargeback, mais conhecido como "estorno".

O Chargeback é o tão famoso cancelamento de uma compra online e o estorno do valor pago. Isso acontece quando o titular do cartão de crédito não comprova a transação virtual e acaba contestando a compra e, geralmente isso acontece, quando não foi o titular do cartão que realizou a compra, ou seja, fraude.

Outro motivo para haver a contestação da compra pelo cartão de crédito é em função de desacordo comercial, como algum tipo de cobrança indevida ou em duplicidade, não entrega do produto ou entrega fora do prazo, ou ainda pela devolução do produto pela não aceitação do cliente após a entrega, como se ele desistisse da compra ou se o produto não era como ele esperava (vale lembrar aqui que, por lei, o consumidor tem até 7 dias para devolver o produto após a entrega).

Estes tipos de golpes são considerados um dos maiores pesadelos na vida de quem tem um E-Commerce, pois além de trazer um incômodo danado, compromete diretamente o faturamento da empresa, principalmente porque quem sai perdendo é sempre o lojista, que é o que vai arcar com todas as despesas relacionadas à transação com a operadora do cartão de crédito, sem falar do custo de logística para a busca de devolução do produto, quando este for o caso.

Então, como tudo isso causa prejuízo para os lojistas, o bom é sempre adotar algumas práticas para evitar ao máximo que isso aconteça, sempre levando em consideração, é claro, a satisfação do cliente.

A primeira providência é adotar um intermediador de pagamentos que conta com sistema antifraude, cruzando os dados e informações fornecidas pelos clientes e diminuindo os riscos de golpes. Já falamos aqui no artigo anterior de plataformas como a Cielo, Mercado Pago, PagSeguro, Paypal e outros que fazem este tipo de análise.

A segunda estratégia é manter um canal de comunicação com o cliente para resolver questões relacionadas ao pagamento, analisar e acompanhar o histórico de pedidos, as pendências, as ações mal-intencionadas, tudo com o objetivo de evitar eventuais pedidos de chargebacks.

A terceira providência é organizar bem a logística e oferecer prazos em que os produtos sejam entregues dentro do prazo estabelecido pela sua loja, pois muitos consumidores acabam cancelando o pedido se o produto for entregue com atraso. Então, ofereça sempre prazos reais para que o pedido não seja cancelado.

Sabendo dos prejuízos que um processo de Chargeback causa para o seu E-Commerce, você também acaba sabendo como evitá-lo.

Então é só ficar atento e adotar estas providências para garantir que isso não aconteça na sua Loja Virtual, eu se  por um acaso vier a acontecer, você saber qual atitude tomar.

Gostou do assunto de hoje?

Então aguarde, que traremos ainda mais informações para lhe ajudar na sua Loja Virtual.

Atendimento via WhatsApp
Este site pode utilizar cookies para segurança e para lhe assegurar uma experiência otimizada. Você concorda com a utilização de cookies ao navegar neste ambiente? Conheça a nossa Política de Privacidade.