5 dicas para proteger a sua Loja Virtual contra fraudes

5 dicas para proteger a sua Loja Virtual contra fraudes

Gestão de Risco - E-Commerce - Loja Virtual - Vendas Online

Esta semana estamos conversando sobre a gestão de risco no seu E-Commerce e, para isso, você deve saber quais são os principais tipos de fraudes utilizadas nas compras online.

A que está no topo da lista é o phishing, ou pesca de dados, onde o consumidor é atraído para um site que ele já conhece, mas que na verdade é falso, e acaba inserindo seus dados pessoais, senhas e cartões de crédito. Com estes dados em mãos, os golpistas fazem a festa com compras absurdas em nome da vítima. 

Este golpe é bem parecido com a fraude das páginas clonadas.

O uso da identidade de outra pessoa é outro tipo de fraude muito usada, onde o fraudador rouba as informações para criar cartões de crédito falsos e fazer compras em nome da vítima.

O pedido de estorno é outro tipo de fraude, onde, após receber a mercadoria, o fraudador solicita o estorno junto a sua operadora de cartão dizendo que foi vítima de um golpe.

Outra fraude é a interceptação de mercadorias, onde o golpista altera o endereço dentro do E-Commerce em que a compra foi efetuada, e isso pode acontecer de várias maneiras, mas a mais comum, é quando ele consegue o acesso através de senhas fáceis ou vírus instalado no computador da vítima.

As fraudes são as mais variadas possíveis e os golpistas estão se especializando cada vez mais nisso, então é de extrema importância que tanto o consumidor tenha cuidado com a segurança de seus dados, colocando senhas difíceis e tendo sempre um antivírus atualizado, quanto os lojistas, prepararem o seu E-Commerce para evitar que estes golpes aconteçam.

Conhecendo então, os principais tipos de fraudes, hoje vamos encerrar a semana com 5 dicas de como proteger a sua Loja Virtual contra os golpes mais conhecidas da internet.

1 - A primeira providência de quem tem um E-Commerce é ter um Certificado de Segurança que garante que todas as informações sejam criptografadas antes mesmo de serem transmitidas, o que dificulta a interceptação dos dados por terceiros.

2 - A segunda providência é adotar um intermediador de pagamentos para Lojas Virtuais, pois estas plataformas contam com um sistema antifraude muito eficiente, cruzando os dados recebidos com os das instituições financeiras, que vão liberar ou não a transação no seu site. Alguns exemplos são: Cielo, Mercado Pago, PagSeguro, Pagar.me, Paypal e outros.

3 - Desenvolver seus próprios métodos de análise é a terceira dica, ou seja, acompanhe aquelas compras muito rápidas ou muito grandes. Geralmente o consumidor visita o site, analisa, coloca no carrinho, pensa, olha de novo, para depois comprar. 

4 - A quarta dica é preparar a sua equipe para que todos sejam capazes de atender e entender todas as áreas da sua Loja Virtual, desde os setores burocráticos, todo o processo da venda e até o atendimento ao cliente e pós-venda.

5 - A quinta providência é deixar claro todas as etapas da compra, da aprovação do pagamento, do cancelamento e envio dos pedidos, pois todos estes processos trazem controle para o seu E-Commerce e evita falhas que podem lhe custar muito caro.

Estas dicas ajudaram você?

Quer mais informações sobre o Comércio Eletrônico?

Então mande suas dúvidas pra gente através do nosso site, das redes sociais, whatsapp e telefone, que estamos aqui para ajudar você.

Atendimento via WhatsApp
Este site pode utilizar cookies para segurança e para lhe assegurar uma experiência otimizada. Você concorda com a utilização de cookies ao navegar neste ambiente? Conheça a nossa Política de Privacidade.