Qual a diferença entre Tráfego Orgânico e Tráfego Pago?

Qual a diferença entre Tráfego Orgânico e Tráfego Pago?

SEO - ADS - Loja Virtual - E-Commerce - Vendas Online

Em nosso artigo anterior conversamos sobre a importância de utilizar as técnicas certas de SEO para alavancar o seu E-Commerce e posicioná-lo nos primeiros resultados dos sistemas de busca.

Hoje vamos falar sobre as diferenças entre o tráfego orgânico e o tráfego pago que, para quem tem um site ou E-Commerce, é de suma importância entender qual a melhor estratégia a ser escolhida.

Poderíamos aqui falar horas e horas sobre cada um dos tráfegos, mas não é a nossa intenção para este artigo. Então, vamos apenas explicar, de maneira simples, qual a diferença entre um tipo de tráfego e outro.

Primeiro vamos falar sobre o Tráfego Pago.

Este tipo de tráfego é quando você paga anúncios, Google ADS por exemplo, para que ele posicione o site da sua empresa logo nas primeiras posições.

Uma das vantagens é o resultado imediato, ou seja, de curto prazo, pois você segue já aparecendo na frente de seus concorrentes, o que aumenta a chance de ranqueamento para os pequenos varejistas. O investimento em anúncio também oferece grande possibilidade de experimentação, já que você terá métricas para verificar o que pode ou não usar, ou em que caminho ir ou não ir.

A desvantagem do Tráfego Pago é que os resultados só aparecem enquanto você estiver pagando, se você parar de pagar, sua posição despenca no mesmo instante. 

Outra desvantagem de pagar por anúncios é que dificilmente você conseguirá concorrer com grandes marcas, já que elas estão bem posicionadas, tanto por tráfego pago como orgânico. 

Então, se você quiser permanecer sempre na frente, terá que ficar dependente deste investimento para sempre.

Falando agora sobre o Tráfego Orgânico ou SEO, este é utilizado para aquelas empresas que buscam resultados a médio e longo prazo, ou seja, buscam resultados duradouros e que permanecem durante longo tempo, e qual a empresa não quer isso?

Aqui a grande vantagem está em um SEO bem planejado e trabalhado constantemente para que, com o tempo, os gastos em ADS diminuam. Isso garante que seu E-Commerce fique sempre bem posicionado, utilizando somente as estratégias de tráfego orgânico e otimizações adequadas para isso.

Mas temos que dizer aqui que, para gerar este tipo de tráfego, deve haver muita maturidade em seu negócio, já que as otimizações exigem tempo, planejamento e dedicação.

Enquanto o ADS oferece possibilidades de experimentação e retornos ágeis, o SEO usa mais tempo e assertividade para construir resultados duradouros.     

A lógica dos anúncios pagos é que você gaste continuamente com isso, ou seja, se você parou de pagar, parou de aparecer e de ter tráfego. 

Então você deve pensar o que é melhor para a sua empresa: pagar eternamente para aparecer numa boa posição (o que não é plenamente garantido, pois também depende de quanto os seus concorrentes também estão investindo em anúncios pagos) ou investir em estratégias de SEO que posicionam o seu site continuamente, aumentando os seus resultados, mostrando a sua relevância para o Google e fazendo com que o seu E-Commerce fique sempre bem posicionado nas buscas.

Claro que aqui, não queremos dizer que um é melhor que o outro, pois depende muito do tamanho da sua empresa, do seu nível da sua maturidade, de quanto dinheiro você tem para investir nisso e de qual o objetivo que você quer atingir.

Você pode também, aliar as duas práticas em ações conjuntas, ora fortalecendo o tráfego pago, para gerar resultados imediatos, ora trabalhando incessantemente o SEO, para posicionar, organicamente, o seu site.

O que vale aqui, é planejamento. Saber o que você quer, para quando quer e quanto quer alcançar.

Atendimento via WhatsApp
Este site pode utilizar cookies para segurança e para lhe assegurar uma experiência otimizada. Você concorda com a utilização de cookies ao navegar neste ambiente? Conheça a nossa Política de Privacidade.