Criação de Sites em Cruz Alta | Netface

Notícias

Metade dos consumidores é influenciada por conversas boca a boca

Cerca de 50% dos consumidores entre 18-54 anos afirmou ser bastante propenso a comprar itens baseados em informações obtidas por conversas boca a boca, de acordo com nova pesquisa da Microsoft Advertisin em conjunto com o Keller Fay Group. Foram entrevistados 24.724 consumidores norte-americanos desta faixa etária ao longo de 2010.

Então, como os comerciantes podem influenciar neste tipo de informação? “A resposta é alcançando a audiência social certa”, afirmou Natasha Hritzuk, diretora de dados e pesquisas de vendas da Microsoft.

“Se você disponibilizar as mensagens de sua marca para indivíduos que não conversam nem compartilhem informações sobre ela, isto não lhe ajudará nas conversas boca a boca dos consumidores” prosseguiu Hritzuk. “Você precisa ir além das plataformas para construir um relacionamento real entre consumidores que têm contato social e gostariam de falar bem de sua marca”.

Como evidenciado pela frequente presença de seções de comentários e de revisões de produtos feitas por clientes em sites de e-commerce, bem como a disponibilidade de ferramentas digitais de compartilhamento social, os consumidores cada vez mais tem a visão de que recomendações de outros clientes são fatores críticos para decisões de compras.

De fato, diversos consumidores conversam sobre produtos e marca seja por computador ou boca a boca, e fazem recomendações para sua família, amigos e colegas de trabalho.

Entretanto, para atingir o ROI, os comerciantes devem atingir o público certo, aquele mais capacitado a captar a mensagem de sua marca e propagá-la para outras pessoas.

“Para os comerciantes, o crescimento das mídias sociais ajudou a cristalizar a importância das recomendações boca a boca” afirmou Hritzuk. “Mas ultimamente, o social se tronou sinônimo de plataforma, quando na verdade é um comportamento humano fundamental”.

De fato, como aponta Hritzuk, 90% das conversas entre consumidores ocorrem fora da internet, o que passa bem longe do conceito de ”mídias sociais” de diversos comerciantes.

Segundo Hritzuk, para obter resultados de sucesso no boca a boca dos consumidores, os comerciantes devem se focar naqueles que mantêm largas redes de contatos, envolvem-se em discussões sobre suas marcas e que recomende ela para outros, além de serem ativos em mídias sociais e influenciados por publicidade.

Os canais digitais provêem aos vendedores uma oportunidade conveniente para alcançar indivíduos com maior precisão que os canais offline. Eles ajudam por estimularem discussões que poderão ser aprofundadas tanto online como fora da rede.

Quando indivíduos com boa reputação falam bem de sua marca, Hritzuk acrescenta que “os demais consumidores estarão mais propensos a ouvir estas mensagens, explorar as marcas e posteriormente recomendá-las.”

Autor:   E-Commerce News

Fonte:   http://ecommercenews.com.br/noticias/pesquisas-noticias/metade-dos-consumidores-e-influenciada-por-conversas-boca-a-boca

Mais notícias ...

Cruz Alta - RS: (55) 3326-3544

Criatividade, Qualidade e Experiência

Procurando Trabalho?   Política de Privacidade   Remoto   Recomende o Site
© 2004-2018 Netface. Todos os direitos reservados.