Criação de Sites Chapecó Cruz Alta | Netface

Notícias

Total de bytes no mundo dobra a cada 2 anos

A quantidade de dados produzida e replicada dobra a cada dois anos em todo o mundo, o que traz novos desafios para os gestores de TI, aponta um estudo recente.

Até o fim de 2011, a previsão é que 1,8 zetabyte (ou 1,8 trilhão de gigabytes) de dados tenha sido criado e replicado, segundo a quinta edição do estudo IDC Digital Universe, patrocinado pela fabricante de equipamentos de armazenamento de dados EMC.

Nesse ritmo, segundo o relatório, a "explosão de dados" - que é como o estudo se refere a essa rápida expansão - vai ultrapassar de longe a Lei de Moore. Formulada pelo cofundador da Intel Gordon Moore, ela estabelece que o número de transistores em um chip dobra a cada dois anos, resultando em chips menores.

O estudo afirma que 1,8 zetabyte equivale a 57,5 bilhões de tablets iPad de 32 GB – uma quantidade de aparelhos suficiente para reconstruir a Grande Muralha da China com o dobro da altura da original.

Essa explosão de dados tem custado às empresas até 4 trilhões de dólares desde 2005, segundo o estudo - intitulado, este ano, de “Extracting Value from Chaos” (“Extraindo valor do caos”, em tradução livre).

Esses investimentos foram aplicados em serviços de nuvem, hardware, software e profissionais.

Desafio
O crescimento “colossal” em geração de dados, afirma o relatório, tem apresentado uma desafio para os departamentos de TI que, ao longo desta década, serão responsáveis por pelo menos 10 vezes o número de servidores virtuais e físicos e 50 vezes a quantidade de informação gerenciada.

O IDC afirma que “o ferramental, a experiência e os recursos para gerenciar o dilúvio de dados simplesmente não acompanham todas as áreas de crescimento”. Em 2020, os departamentos de TI terão de lidar com 150% mais profissionais de TI para serem capazes de gerenciar a explosão de dados.

Mesmo assim, para todo desafio há oportunidades.

“O volume caótico de informação que continua a crescer de forma implacável apresenta uma quantidade infinita de potenciais transformações sociais, tecnológicas, científicas e econômicas, todas capazes de impulsionar oportunidades”, avalia Jeremy Burton, principal executivo de marketing da EMC.

Nuvem
Uma dessas áreas de oportunidade é a computação em nuvem. A IDC estima que, em 2015, aproximadamente 20% da informação será, de alguma forma, “tocada” pela cloud computing., ou que alguma parte da informação seja, de alguma forma, armazenada e processada em um ambiente de nuvem. Até 10% da informação será mantida na nuvem.

O relatório afirma que a computação em nuvem – seja pública, privada ou híbrida – possa dar às empresas a economia de escala, agilidade e flexibilidade para gerenciar o crescimento de dados. “No longo prazo, esta será uma ferramenta chave para lidar com a complexidade do universo digital”, conclui o relatório.

Autor:   Veronica C. Silva - MIS Asia

Fonte:   http://idgnow.uol.com.br/computacao_corporativa/2011/07/26/explosao-de-dados-total-de-bytes-no-mundo-dobra-a-cada-2-anos-aponta-estudo/

Mais notícias ...

Chapecó - SC: (49) 2020-0151   Cruz Alta - RS: (55) 3326-3544

Criatividade, Qualidade e Experiência

Procurando Trabalho?   Política de Privacidade   Remoto   Recomende o Site
© 2004-2018 Netface. Todos os direitos reservados.