Criação de Sites Chapecó Cruz Alta | Netface

Notícias

Entrega e devolução gratuita é o principal motivo para compra no e-commerce

O frete grátis é, por uma larga vantagem, o serviço oferecido que mais influencia compradores a adquirirem mais bens pela internet, de acordo com um estudo publicado em setembro de 2011 pela Compete. Dados de “The State of Online Retail” indicam que no segundo trimestre deste ano, 77% dos consumidores afirmaram que não pagar pela entrega os encorajou a comprar mais pela internet.

A devolução grátis foi o segundo serviço mais citado, lembrado por 56% dos entrevistados, o que faz com que o frete gratuíto seja 39% mais popular que qualquer outro recurso oferecido em vendas pelo e-commerce. O terceiro serviço mais citado foi à opção de retorno de produtos via lojas físicas, com 43%.

As taxas de conversão em diversos setores online caíram entre o primeiro trimestre de 2010 e o de 2011. A maior exceção foram os equipamentos de escritório, que viram sua taxa de conversão experimentar um forte crescimento de 30%, indo de 5,4% para 7%. Equipamentos para o lar experimentaram um aumento de 10% em sua taxa, subindo de 1% para 1,1%, enquanto vestuário cresceu 4%, passando de 5,2% para 5,4%. Lojas de departamento tiveram uma taxa de conversão estável de 3,3%.

Por outro lado, o setor de eletrônicos teve uma queda na taxa de conversão de 25%, caindo de 1,6% para 1,2%, saúde e beleza despencou 20% – caiu de 6,4% para 5,3%, comércio de massa diminuiu em 15% a sua taxa, que era de 4% e foi para 3,4% e produtos para animais de estimação baixaram 13%, com sua taxa de conversão passando de 5,4% para 4,7%. Artigos para esporte tiveram a menor queda na taxa de conversão, de 5,5%.

Varejistas online especializados em eletrônicos, artigos esportivos e equipamentos de escritório perderam um número relativamente pequeno de visitantes entre o primeiro trimestre do ano passado e o deste ano. Enquanto isso, varejistas especializados em vestuário aumentaram o número de visitantes online em 25%, passando de 371 milhões para 463 milhões, as lojas especializada em produtos para animais de estimação teve um crescimento de 22% no número de visitantes, indo de 23 milhões para 28 milhões. Varejistas especializados em artigos para o lar também tiveram aumento em visitas.

Fora das lojas segmentadas, lojas de departamento tiveram um crescimento de 35% em seus visitantes, que passaram de 278 milhões para 375 milhões. Comércio de massa teve um aumento de apenas 15%, mas manteve larga vantagem na liderança, com 1,66 bilhões de visitantes.

As vendas ajustadas do e-commerce no segundo trimestre de 2011 cresceram 3% quando comparadas ao mesmo período do ano anterior, de acordo com estimativas do US Census Bureau. Com as vendas ajustadas pela variação sazonal, mas não pelos índices de preços, o varejo de e-commerce totalizou US$ 47,5 bilhões no segundo trimestre de 2011, subindo de um valor de US$ 46,1 bilhões no trimestre anterior.

Além disso, este número representou um aumento de 17,6% sobre os US$ 40,4 bilhões do primeiro trimestre de 2010. As vendas do e-commerce no segundo trimestre de 2011 representaram 4,6% do gasto total ajustado do trimestre no varejo, que foi de US$ 1,04 trilhão.

Autor:   E-Commerce News

Fonte:   http://ecommercenews.com.br/noticias/pesquisas-noticias/entrega-e-devolucao-gratuita-e-o-principal-motivo-para-compra-no-e-commerce

Mais notícias ...

Criatividade, Qualidade e Experiência

Procurando Trabalho?   Política de Privacidade   Remoto   Recomende o Site
© 2017 Netface. Todos os direitos reservados.